Últimas notícias de economia, política, carros, emprego, educação, ciência, saúde, cultura do Brasil e do mundo. Vídeos dos telejornais da TV Globo e da GloboNews.
Angra dos Reis confirma mais três mortes por coronavírus e chega a 182 óbitos
Vítimas são mulheres de 48, 64 e 74 anos. Cidade tem 5.641 casos da doença, diz prefeitura. Angra dos Reis, na Costa Verde do Rio, confirmou as mortes de três mulheres por Covid-19 nesta sexta-feira (25). A cidade tem agora 182 óbitos pela doença. As informações foram divulgadas em um boletim epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde. De acordo com o governo municipal, as vítimas, de 74 e 64 anos, estavam internadas no Hospital Geral da Japuíba. Elas morreram nos dias 11 e 15 de setembro, respectivamente. Já a mulher, de 48 anos, estava internada na Santa Casa e faleceu no dia 16. Até a publicação deste reportagem, cidade investigava uma morte suspeita. + Veja os números atualizados da pandemia na região Também foram registrados mais 36 casos confirmados de coronavírus em Angra dos Reis, elevando para 5.641 o total de pessoas diagnosticadas com a doença na cidade. Desses, 5.182 já estão curadas. Entre pacientes confirmados ou com suspeita da doença, 29 pessoas estão internadas em Angra: 25 no Centro de Referência, uma no Hospital de Praia Brava e três em uma unidade de saúde privada. De acordo com a prefeitura, a taxa de ocupação hospitalar na cidade está em 47,27%. Angra tem ainda 194 casos confirmados da doença em indígenas. Desses, 192 já estão recuperados e um óbito foi registrado. Há ainda 12 casos suspeitos sendo investigados. Initial plugin text
Fri, 25 Sep 2020 22:36:36 -0000
VÍDEOS: BATV de sexta-feira, 25 de setembro de 2020

Assista ao telejornal com as notícias do estado. Assista ao telejornal com as notícias do estado.
Fri, 25 Sep 2020 22:35:59 -0000
Câmeras flagram 2,3 mil que não usavam de cinto de segurança no trânsito de Macapá

Saldo foi maior que o dobro do registrado entre julho e setembro de 2019. Houve queda no número de outros registros, como o de estacionamento irregular. Dados são da CTMac. Câmeras notificam 2,3 mil motoristas por falta de uso de cinto de segurança no trânsito de Macapá Rede Amazônica/Reprodução As câmeras de monitoramento da Companhia de Trânsito e Transporte de Macapá (CTMac) notificaram quase 2,3 mil condutores pelo não uso do cinto de segurança, no período entre julho e 15 de setembro. O saldo de infrações foi mais que o dobro do registrado no mesmo período de 2019. Consequentemente, houve alta nos registros totais de notificações da central. No entanto, a Companhia identificou uma queda nas infrações como estacionamento irregular. Confira o detalhamento a seguir: Notificações por infrações de trânsito emitidas em monitoramento da CTMac Manoel Filho, diretor de Trânsito de Macapá, conta que foi mais frequente identificar passageiros sem o cinto de segurança, mas ele ressalta que a responsabilidade é do condutor. “Sempre é o passageiro, o condutor é mais atencioso, mas sempre o passageiro está sem o cinto. Mas a responsabilidade do veículo é o condutor, é ele que tem que fazer a cobrança ao passageiro para que coloque seu cinto de segurança”, comentou. Condutor que usa telefone celular no trânsito comete infração e pode levar multa Rede Amazônica/Reprodução Além disso, o diretor complementa que foram registrados vários condutores usando celular no trânsito, o terceiro maior motivo das notificações. Ele descreve que o problema não é só estar falando ao telefone, mas manuseá-lo já qualifica infração do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). “Uso de celular é infração gravíssima, com 7 pontos na CNH. A notificação do celular não é só ao falar no celular; ao pegar o celular, você está manuseando. Então, você pode receber duas notificações: falando ao celular e manuseando o celular”, explicou. O cruzamento com maior índice de infrações de trânsito e flagradas pelas câmeras da CTMac é o da Rua Cândido Mendes com a Av. Padre Júlio Maria Lombaerd, bem no Centro comercial da cidade; em seguida aparece a esquina da Rua Santos Dumont com a Av. 13 de Setembro, no bairro Buritizal, na Zona Sul. Câmeras de monitoramento de trânsito foram instaladas em 20 cruzamentos em Macapá Jéssica Alves/G1 A CTMac monitora com câmeras estrategicamente posicionadas em 20 pontos da capital. O sistema funciona desde dezembro de 2018. “O objetivo não é fazer notificações excessivas, e, sim, que o condutor tenha ciência, respeite as leis de trânsito, tenha cautela ao estacionar e conduzir seu veículo”, pontuou. *Com informações da Rede Amazônica Manoel Filho, diretor de Trânsito de Macapá Rede Amazônica/Reprodução Veja o plantão de últimas notícias do G1 Amapá ASSISTA abaixo o que foi destaque no AP:
Fri, 25 Sep 2020 22:35:30 -0000
SineBahia divulga 90 vagas para primeiro emprego em restaurante em Salvador

Interessados devem residir em Salvador e ter disponibilidade para trabalhar em outro estado. Não é necessário ter experiência. SineBahia intermedia 90 vagas para trabalhar em restaurante Divulgação / SineBahia O SineBahia divulgou, nesta sexta-feira (25), 90 vagas de emprego para uma rede de restaurantes, em Salvador. Os candidatos não precisam ter experiência na área. É necessário morar na capital baiana e ter disponibilidade para trabalhar em outros estados. As inscrições podem ser feitas até as 18h do domingo (27), no site da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), onde os candidatos vão preencher um formulário. Não há limite de inscritos. Segundo o SineBahia, há oportunidades para várias funções, mas elas não foram detalhadas. O valor dos salários também não foi divulgado. Veja mais notícias do estado no G1 Bahia. Assista aos vídeos do Bahia Meio Dia
Fri, 25 Sep 2020 22:35:10 -0000
Rondônia registra mais 5 mortes por Covid-19 e chega a 1.328 vítimas; casos somam 64.732

Estado já tem 56.573 pessoas curadas, segundo dados da Secretaria de Estado da Saúde. SARS-CoV-2, o novo coronavírus, responsável por causar a Covid-19. Scientific Animations/Wikimedia Commons/Divulgação Rondônia registrou 249 novos casos de Covid-19 e cinco mortes nesta sexta-feira (25), segundo dados disponibilizados em boletim da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) e Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa). Com os novos números, o estado chega a 64.732 diagnósticos do novo coronavírus e 1.328 vítimas fatais da doença. Todos os óbitos foram registrados em Porto Velho, sendo uma mulher de 89 anos e quatro homens de 34, 51, 80 e 93 anos. As cidades com maior número de óbitos registrados são: Porto Velho - 711 Ariquemes - 88 Guajará-Mirim - 87 Ji-Paraná - 70 Vilhena - 57 Cacoal - 32 Já as cidades com maior número de casos da doença são: Porto Velho (29.668), Ariquemes (5.342), Vilhena (3.580), Guajará-Mirim (2.953), Ji-Paraná (2.812) e Cacoal (2.284). Também foi informado que o estado tem: 56.573 pacientes recuperados 6.831 casos ativos 246 pacientes internados 199.704 testes realizados 1.092 aguardando resultados dos exames no Lacen *Dados de março são contabilizados a partir do dia 20, quando o Estado reconheceu o primeiro diagnóstico de Covid-19. **Dados de setembro são contabilizados do dia 1º até a data de publicação desta matéria. Média Móvel Com os dados da última quinta-feira (24), Rondônia apresenta queda e registrou -42% na média móvel de óbitos do novo coronavírus. Essa comparação leva em conta a média de mortes nos últimos 7 dias até a publicação deste balanço em relação à média registrada duas semanas atrás. Entenda como é calculada a média móvel e a variação dos casos e mortes por Covid-19 Veja vídeos do 'Agora é assim? Como será o trabalho após a pandemia?: Initial plugin text
Fri, 25 Sep 2020 22:35:05 -0000
CPI do Transporte Coletivo não aponta irregularidades na renovação de contrato e aporte financeiro às empresas

Apresentação do parecer final foi feita durante reunião realizada na tarde desta sexta-feira (25). Comissão criada em maio também apresentou recomendações ao Executivo. CPI do Transporte não aponta irregularidades no processo de renovação de contrato Prefeitura de Uberlândia/Divulgação O relatório final da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Transporte Coletivo de Uberlândia não apontou nenhuma irregularidade durante o processo de renovação de contrato e projeto de aporte financeiro de R$ 20 milhões para as prestadoras de serviço. A apresentação do parecer ocorreu na tarde desta sexta-feira (25), no plenário da Câmara Municipal. A CPI também apresentou recomendações que serão enviadas à Prefeitura de Uberlândia, para que o poder público atue na melhoria do serviço prestado na cidade. Ao todo, mais de 25 mil páginas de documentos que foram requeridos às três concessionárias que prestam serviço para a cidade (Autotrans, Sorriso de Minas e São Miguel), à Prefeitura Municipal e Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) foram analisados. Entre eles, contratos e renovações de concessões. A CPI tinha como membros os vereadores Tunico (PL), Magoo (PSDB), Adriano Zago (PDT), Thiago Fernandes (PSL) e Wilson Pinheiro (PP). Durante quatro meses, foram ouvidas seis pessoas, entre elas o atual secretário de Trânsito e Transportes, Divonei Gonçalves; o ex-secretário Alexandre Andrade (2013-2016), o representante da empresa Sorriso de Minas, Juliano Gulin Ribeiro; um dos proprietários da empresa São Miguel, João Duarte Alvarenga Carvalho; o ex-diretor de Planejamento da Settran, Oswaldo Nozella Júnior e o representante da Autotrans, Robson José Lessa. Falta de ilegalidades Segundo o relatório, não houve irregularidade na condução da renovação do contrato de concessão do serviço de transporte público, pois a comissão e as empresas seguiram o edital publicado e a legislação vigente. Sobre a falta de documentação por parte da empresa Autotrans, a CPI afirmou que o erro não foi proposital e não anularia o processo. "Restou evidente que foi um lapso de fato, que passou despercebido, haja vista, a comissão tinha convicção, que toda a documentação estava completa, tanto que todo o processo foi encaminhado pela comissão, para o Ministério Público, que por sua vez, confirmou todo o procedimento, validando a renovação de contrato", apontou a CPI. Ainda conforme o relatório, a comissão parlamentar também não identificou ilegalidade no projeto de aporte financeiro de R$ 20 milhões apresentado pela Prefeitura, referentes a quatro meses de pandemia de Covid-19. Recomendações No parecer final, a CPI do Transporte apresentou, ainda, recomendações à Prefeitura para melhoria do serviço prestado em Uberlândia. Por meio da Secretária de Trânsito e Transportes (Settran), o Município foi recomendado notificar a empresa São Miguel, para que os ônibus acima da idade prevista em contrato sejam trocados e que os demais veículos recebam manutenção em 90 dias; o prazo pode ser prorrogado por mais três meses. A Settran também deverá notificar a Companhia de Administração de Terminais Urbanos e Centros Comerciais (Comtec) para que faça melhorias nos terminais de ônibus e que faça adequações referentes a comercialização de alimentos nos corredores do Terminal Central. O relatório também recomendou que a Prefeitura realize estudo de viabilidade do transporte público, para diminuição de custos da operação e melhorias para o serviço. Outra recomendação é a abertura de sindicância para apurar a responsabilidade pelo não lançamento de mais de 6 mil Notificações de Autuação de Trânsito (NAT), entre 2013 e 2016. A modernização do processo de informatização para emissão do NAT também foi recomendada. CPI do Transporte apresenta relatório final após quatro meses de investigações Reprodução/TV Integração Problemas no transporte municipal O G1 acompanhou os problemas envolvendo o transporte público em Uberlândia durante a pandemia do coronavírus. No dia 8 de maio, profissionais das empresas São Miguel e Autotrans paralisaram as atividades em protesto pelo parcelamento do salários. Após acordo, o atendimento foi retomado. No mesmo dia, o prefeito Odelmo Leão (PP) disse que analisava a possibilidade de dar aporte financeiro de cerca de R$ 20 milhões às empresas que prestam serviço. Em seguida, o Executivo enviou para a Câmara um Projeto de Lei, que não chegou a ser votado. Ele foi retirado da pauta após o Legislativo ter recebido um ofício do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) recomendando a suspensão do trâmite por dez dias. No dia 18 de maio, a Autotrans paralisou as atividades alegando falta de verba para comprar combustíveis, e prejudicou usuários de 42 linhas de ônibus da cidade. No mesmo dia, a Prefeitura informou que as empresas haviam apresentado documentos com os reflexos causados pela Covid-19. No dia 8 de junho, a empresa Sorriso de Minas também paralisou as atividades durante o dia como forma de protesto pelo parcelamento dos salários. Dos 80 ônibus da empresa, 20 foram para as ruas, o que representa 25% da frota. No fim da tarde, empresa e funcionários fizeram acordo. Após os primeiros protestos, vereadores entregaram ao presidente da Casa um requerimento para instauração da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) relativa ao transporte público coletivo. No início de junho, a comissão enviou ofícios solicitando que as três empresas responsáveis pelo serviço na cidade, a administradora dos terminais de ônibus e a Prefeitura encaminhem a documentação solicitada. A CPI realizou oitivas com um dos proprietários da Empresa São Miguel, João Duarte Alvarenga Carvalho, e com o ex-diretor de Planejamento da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (Settran), Oswaldo Nozella Júnior. Funcionários da Settran e o atual secretário da pasta, Divonei Gonçalves, também foram ouvidos pela comissão. O representante da Autotrans, Robson José Lessa, foi ouvido no final de agosto. No dia 3 de setembro, o ex-secretário de Trânsito e Transportes, Alexandre Andrade, e o representante da empresa Sorriso de Minas, Juliano Gulin Ribeiro, foram os últimos a depor à CPI. A Prefeitura também instaurou procedimento administrativo para apurar irregularidades na execução do contrato com a Autotrans. Nesta sexta-feira (25), a CPI apresentou o relatório final, que não apontou irregularidades no processo de renovação de contrato e no projeto da Prefeitura para aporte financeiro de R$ 20 milhões às empresas prestadoras do serviço. Veja também: CPI do Transporte Coletivo aprova requerimentos que serão enviados para a Prefeitura de Uberlândia CPI do Transporte Coletivo envia ofício solicitando documentação a empresas e Prefeitura de Uberlândia Presidente da CPI do Transporte em Uberlândia adia reunião para organizar documentos Covid-19: membro da CPI do Transporte em Uberlândia questiona falta de documentação e presidente rebate CPI do Transporte realiza oitiva com proprietário da São Miguel em Uberlândia Ex-diretor de Planejamento da Settran é ouvido pela CPI do Transporte em Uberlândia Covid-19: Justiça homologa acordo que prevê que Prefeitura de Uberlândia pague R$ 25 milhões a empresas de transporte coletivo CPI do Transporte ouve funcionários da Settran sobre renovação do contrato de concessão e manutenção dos ônibus em Uberlândia CPI do Transporte ouve secretário da Settran em Uberlândia; ex-chefe da pasta não compareceu Representante da Autotrans é ouvido pela CPI do Transporte em Uberlândia
Fri, 25 Sep 2020 22:34:24 -0000
Caminhão tomba após perder freio e acidente mata passageiro em descida de serra no Ceará

O motorista do veículo ficou ferido e foi socorrido para o hospital do município de Sobral. Com o impacto da batida, um poste chegou a ser derrubado pelo caminhão Divulgação/BPRE Um caminhão tombou na descida de uma serra e resultou na morte do passageiro do veículo, na tarde desta sexta-feira (25), na rodovia que liga os municípios cearenses de Alcântaras e Coreaú. Motorista ficou ferido e foi levado para o Hospital de Sobral. Segundo a Polícia Militar, o caminhão, usado para escavação de poço, ficou sem freio e o condutor perdeu o controle da direção e o veículo tombou ficando atravessado no meio da rodovia ocupando as duas faixas. Um poste foi derrubado na batida. Uma equipe do Batalhão de Policiamento Rodoviário Estadual (BPRE) foi acionada por populares e permaneceu no local para orientar o trânsito e aguardar o guincho para a remoção do veículo.
Fri, 25 Sep 2020 22:34:21 -0000
HU-UFJF lança edital de residências médicas com mais de 60 vagas

As inscrições devem ser realizadas entre os dias 6 e 20 de outubro através da internet. HU-UFJF Alexandre Dornelas/UFJF O Hospital Universitário da Universidade Federal de Juiz de Fora (HU-UFJF/Ebserh) lançou nesta sexta-feira (25) um edital para a abertura de inscrições para residências médicas. Ao todo, são 62 vagas oferecidas em 24 especialidades. De acordo com a UFJF, para participar dos programas de Residência Médica o candidato precisa ter a graduação em Medicina concluída ate final de fevereiro de 2021. As inscrições devem ser realizadas entre os dias 6 e 20 de outubro através da internet. O valor da inscrição é R$ 180 e o edital prevê ainda um prazo para solicitação de isenção da taxa, que deve ser requerida entre os dias 28 e 30 de setembro. O início das aulas está previsto para março de 2021. Mais informações sobre os programas podem ser solicitadas pelo e-mail residenciamedica.cas@ufjf.edu.br ou pelos telefones (32) 4009-5187 / (32) 4009-5167. O edital completo está disponível no site da Ebserh.
Fri, 25 Sep 2020 22:33:23 -0000
VÍDEOS: Boa Noite Paraná de sexta-feira, 25 de setembro

Assista aos vídeos do telejornal com as notícias do Paraná. Assista aos vídeos do telejornal com as notícias do Paraná.
Fri, 25 Sep 2020 22:33:07 -0000
Deficiente físico é espancado após acusação de motorista de aplicativo no ES

Caso aconteceu no último domingo (20), na Serra. O motorista acusou o técnico de informática de tentar assaltá-lo. A empresa baniu o profissional da plataforma. Um técnico de informática foi espancado depois de ser acusado de roubo por um motorista de aplicativo na Serra, na região Metropolitana de Vitória. O crime aconteceu no último domingo e é investigado pela Polícia Civil. A empresa baniu o profissional da plataforma. A vítima Anderson Batista contou que estava em uma corrida quando começou a ser acusado pelo motorista de tentar assaltá-lo. “Do nada o motorista falou que achou que eu iria assaltar ele, que era para eu descer na Reta do Aeroporto e iniciou uma discussão. Eu disse que não desceria ali porque era ermo, parado e que não conhecia nada. Então ele prosseguiu até a frente de um supermercado, quando ele tentou me tirar do carro de forma violenta e as outras pessoas se aproximaram e me agrediram”, relatou. Homem é espancado após acusação de ser criminoso no ES Arquivo Pessoal Quando o técnico de informática caiu no chão, o grupo de pessoas chutou e deu socos nele. A boca e outras partes do corpo ficaram machucadas. “Umas pessoas diziam que eu era assaltante, outros diziam que eu era estuprador, outros diziam que eu era pedófilo e eu, naquela ânsia do que aconteceria comigo, acabei fugindo para as ruas laterais”, contou Anderson, que é deficiente físico e não conseguiu se defender das agressões. Homem agredido é deficiente físico e registrou o caso em uma delegacia, no ES Reprodução/ TV Gazeta Depois das agressões, Anderson procurou uma delegacia e registrou um Boletim de Ocorrência. Ele fez exame de Corpo de Delito no Departamento Médico Legal de Vitória. A Uber informou, por nota, considera inaceitável o uso de violência e que este tipo de comportamento configura violação aos termos de uso da plataforma. A conta do motorista foi desativada. A empresa disse que está à disposição das autoridades para colaborar com as investigações. Vídeos: como será o trabalho após a pandemia Veja o plantão de últimas notícias do G1 Espírito Santo
Fri, 25 Sep 2020 22:31:45 -0000

This page was created in: 0.02 seconds

Copyright 2020 Oscar WiFi

This website or its third-party tools use cookies, which are necessary to its functioning and required to achieve the purposes illustrated in the cookie policy. By closing this banner, scrolling this page, clicking a link or continuing to browse otherwise, you agree to the use of cookies. If you want to know more or withdraw your consent to all or some of the cookies, please refer our Cookie Policy More info