Últimas notícias de economia, política, carros, emprego, educação, ciência, saúde, cultura do Brasil e do mundo. Vídeos dos telejornais da TV Globo e da GloboNews.
Trump nega acusações de assédio de ex-recepcionista

Acusações de Rachel Crooks voltaram a ser tema de reportagem do jornal 'Washington Post'. Rachel Crooks, Jessica Leeds e Samantha Holvey falam em coletiva de imprensa nesta segunda-feira (11) Andrew Kelly/ AFP "Outra acusação falsa": assim reagiu nesta terça-feira (20) o presidente Donald Trump ante às declarações - já conhecidas - de uma ex-recepcionista da Trump Tower, que afirma ter sido beijada pelo magnata sem seu consentimento. Rachel Crooks, que realizou essas acusações várias vezes nos últimos dois anos, inclusive durante a campanha presidencial, aparece na primeira página do jornal "The Washington Post" em uma foto e um longo artigo intiulado "Alguém está ouvindo?". Crooks afirma que, em 2006, quando tinha 22 anos, o magnata imobililário, de 59 anos na ocasião, deu um longo beijo em sua boca, contra sua vontade. No final de 2017, Crooks contou este episódio em detalhes em um programa de TV. "Fiquei surpresa, arrasada", disse na ocasião, acrescentando que se sentia "um pouco ameaçada". "Uma mulher que não conheço e com quem, até onde sei, nunca estive, diz na primeira página do 'Washington Post Fake News' que a beijei (durante dois minutos) no hall da Torre Trump há 12 anos", escreveu Trump no Twitter. "Nunca aconteceu! Quem faria isso em um lugar público com câmaras de segurança funcionando? Outra acusação falsa", acrescentou. Initial plugin text "Por que o Washington Post não escreve sobre as mulheres que aceitam dinheiro para inventar histórias sobre mim? Uma delas pagou seu empréstimo hipotecário. Só a Fox News reportou... não cabe na narrativa da grande mídia", afirmou, em outro tuíte. Initial plugin text
Tue, 20 Feb 2018 18:46:24 -0000
Dois homens são encontrados mortos nas dunas do bairro de Itapuã, em Salvador
Situação ocorreu na tarde desta terça-feira (20), no bairro de Itapuã. Dois homens foram encontrados mortos nas dunas do bairro de Itapuã, na altura da Avenida Dorival Caymmi, em Salvador, na tarde desta terça-feira (20). De acordo com a Polícia Militar, pessoas que passavam pelo local viram os corpos das vítimas e acionaram a polícia, por volta das 12h50. Conforme a PM, agentes da 15ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) estiveram no local e isolaram a região. Até por volta das 15h30, os corpos aguardavam remoção. Ainda não há detalhes sobre as causas das mortes e nem sobre a identidade dos homens. Os corpos serão encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML), onde serão periciados. O caso será investigado pela Polícia Civil.
Tue, 20 Feb 2018 18:45:16 -0000
Desistir da Previdência é negativo para rating do Brasil, diz Moody's

Segundo agência, desistência restringirá fortemente a capacidade do governo  cumprir o teto de gastos nos próximos anos. A desistência do governo do presidente Michel Temer em tentar aprovar a reforma da Previdência neste ano é ruim para a classificação de risco do Brasil, já que limitará a capacidade de cumprir a regra do teto de gasto, informou nesta terça-feira (20 o analista-sênior da agência Moody's, Samar Maziad. "O governo do Brasil anunciou recentemente que não mais buscará a aprovação de uma reforma da Previdência em 2018, algo fundamental para as perspectivas de crédito da nação", informou ele por meio de nota. "Embora já esperássemos que uma reforma ampla fosse improvável, abandonar os planos para aprovar a proposta é negativo para o perfil de crédito do país uma vez que restringirá fortemente a capacidade das autoridades de cumprir com o teto de gastos do governo nos próximos anos", acrescentou. A Moody's classifica atualmente o país com nota "Ba2", com perspectiva negativa. Nota do Brasil nas agências de classificação de risco Infográfico G1 No dia 11 de janeiro, a agência Standard&Poor's (S&P) rebaixou a nota de crédito soberano do Brasil de "BB" para "BB-", citando o atraso em aprovação de reformas para ajustar contas públicas. A expectativa do mercado é que a Moody´s e a Fitch possam tomar a mesma decisão.
Tue, 20 Feb 2018 18:44:16 -0000
Professores de Cabo Frio, RJ, abrem processos administrativos e reivindicam pagamento de direitos

Professores de 70 unidades estão em greve por falta de recebimento de salários, de acordo com o sindicato da categoria. Professores da rede municipal de ensino de Cabo Frio, RJ, fazem uma protocolação Professores da rede municipal de Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio, protocolaram nesta terça-feira (20) processos administrativos na Secretaria de Educação para reivindicar o pagamento de direitos adquiridos, como progressões salariais previstas em plano de carreira. De acordo com a Prefeitura, das 87 escolas, 61 não fecharam o ano letivo de 2017 por conta da greve dos profissionais da Educação. Os servidores estão com salários e benefícios atrasados. Uma nova greve foi iniciada pelos profisssionais da Educação no dia 30 de janeiro. Segundo o sindicato, professores de 70 unidades aderiram ao movimento, o que corresponde a cerca de 80% das escolas. Um dos professores que protocolou o processo foi a Vanessa Pereira, que diz que o não pagamento do quinquênio, de cerca de R$ 250 mensais, faz falta. "Um mês não é nada, pra quem ganha pouco, mas já dá pra ajudar em uma conta de luz. E sem contar que dez meses são R$ 2500, não é?!" disse. Escolas têm atividades afetadas por greve dos professores em Cabo Frio Rafael Quintão/Inter TV Segundo a Prefeitura, o término do ano letivo de 2017 está condicionado ao encerramento das reposições. Das 87 unidades escolares, 24 concluíram ainda em dezembro e duas concluíram em fevereiro, de acordo com o município. De acordo com a Prefeitura, em muitas unidades, a reposição está em curso (parcialmente ou totalmente) e algumas já estão realizando os Conselhos de Classe para fechar o ano letivo. De acordo com o último levantamento da Prefeitura, realizado no dia 19 de fevereiro, oito escolas continuam em greve.
Tue, 20 Feb 2018 18:44:10 -0000
Desembargador nega pedido de liberdade a ex-prefeito de Campo Grande, Alagoas

Miguel Higino é acusado de desviar milhões dos cofres públicos na gestão de 2013/2016. Ex-prefeito de Campo Grande, Miguel Higino, foi preso por determinação da justiça após investigação do MP Ascom/MP A Justiça de Alagoas negou o pedido de liberdade ao ex-prefeito de Campo Grande Miguel Higino, preso desde 17 de janeiro deste ano acusado de desviar milhões dos cofres públicos quando estava à frente do Executivo. A decisão do desembargador João Luiz Azevedo Lessa, do Tribunal de Justiça (TJ-AL), foi publicada no Diário da Justiça Eletrônico desta terça-feira (20). De acordo com denúncia do Ministério Público de Alagoas (MP), Higino recebeu propina da empresa JC Campos, contratada por meio de licitação. Outra empresa, a Ômega Locação e Terceirização, teria emitido notas frias de aproximadamente R$ 70 mil, sendo que, desse total, 85% teriam sido repassados ao ex-prefeito como propina. A empresa Barbosa e Barbosa teria sido outra a dar propina ao político. Além disso, a ação sustenta que durante o mandato de prefeito, Higino se apropriou de recursos do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE), que consistia no repasse de cheques pelo ente público para os diretores das escolas de Campo Grande. Os recursos seriam para a realização de reparos nas instituições de ensino. A reportagem do G1 não conseguiu contato com as empresas citadas na ação. O promotor de Justiça Kleber Valadares informou que o ex-prefeito se utilizava da mesma prática criminosa que levou a Justiça a determinar a prisão seu tio e atual prefeito da cidade, Arnaldo Higino. Segundo o TJ, a defesa de Higino impetrou com pedido de liminar de habeas corpus fudamentando que o réu é primário, estudante universitário e não possui antecedente criminal. Destacou ainda que a prisão é desnecessária, podendo ser substituída pela aplicação de medidas cautelares. No entanto, para o desembargador tais elementos não são o suficiente para atender ao pedido da defesa. " (...) conforme entendimento já consolidado deste Tribunal, seguindo a jurisprudência majoritária, condições subjetivas favoráveis, por si sós, não são suficientes para a obstacularização da prisão cautelar”, justificou o magistrado. No final de janeiro, o MP fez uma outra denúncia contra MIguel Higino e o processou por ter praticado 37 vezes os crimes de corrupção ativa e passiva, além de lavagem de dinheiro e organização criminosa. Veja mais notícias da região no G1 Alagoas
Tue, 20 Feb 2018 18:43:53 -0000
Emsurb divulga resultado final da licitação de coleta de lixo em Aracaju
Valores dos serviços chegam perto dos R$ 80 milhões. A Empresa Municipal de Serviços Urbanos de Aracaju (Emsurb) apresentou nesta terça-feira (20) as empresas vencedoras do processo licitatório para execução dos serviços de limpeza urbana da capital. Os contratos definitivos têm duração de um ano, podendo ser renovado por mais quatro. Valores dos serviços chegam perto dos R$ 80 milhões. O processo licitatório foi iniciado em maio de 2017. “Agora vamos partir para as etapas de assinaturas dos contratos e emissão das ordens de serviços, respeitando os prazos de mobilização concedidos para as empresas vencedoras que são de 30 dias, podendo ser renovado por mais 30. Além disso, estaremos atentos à fiscalização das cláusulas contratuais”, disse o presidente interino da Emsurb, Luiz Roberto. A licitação da coleta do lixo em Aracaju foi dividida em quatro lotes. A Torre Empreendimentos, vencedora de três lotes, ficou responsável pela coleta, transporte e descarga de resíduos sólidos urbanos; coleta, o transporte e a descarga de resíduos sólidos da construção civil e volumosos; coleta, o transporte e a descarga de material reciclável e o serviço de educação ambiental; e pela limpeza geral com roçagem mecanizada. O lote dos serviços de varrição e limpeza mecanizada das praias teve como vencedora a empresa BTS. Neste grupo estão inseridos os serviços de varrição manual de vias e logradouros públicos; os serviços de varrição mecanizada, além da limpeza mecanizada das praias.
Tue, 20 Feb 2018 18:42:55 -0000
PTB vai indicar Helton Yomura para Ministério do Trabalho 
Depois de desistir de sustentar a indicação de Cristiane Brasil para assumir o Ministério do Trabalho, o PTB decidiu que vai indicar Helton Yomura para a vaga. O nome de Helton Yomura já chegou ao ministro Carlos Marun, da Secretaria de Governo. Mais informações em instantes.
Tue, 20 Feb 2018 18:40:05 -0000
Mais de mil alunos de escola estadual de Sarandi estão sem aulas
Problemas na estrutura do prédio impedem a circulação de pessoas no local. Diretor do colégio diz que primeira fase das obras no prédio serão realizadas em três semanas, conforme orientação do Núcleo Regional de Educação. Mais de mil alunos ficam sem aulas em escola estadual de Sarandi Mais de mil alunos do colégio estadual Helena Kolody, em Sarandi, no norte do Paraná, não iniciaram as aulas na segunda-feira (19), e não há previsão de quando eles voltarão a estudar. Problemas na estrutura do prédio impedem a permanência de qualquer pessoa no local. As rachaduras no pilar denunciam o perigo. A estrutura que segura o telhado está comprometida. Dentro das salas há várias rachaduras. Segundo laudo da Defesa Civil, está proibido o uso e circulação de pessoas no prédio, pois há riscos. Há cinco anos a direção notificava o Núcleo Regional de Educação sobre o avanço de algumas rachaduras, mas não foi realizado nenhum tipo de reforma ou reparo. O prédio está interditado. Com a interdição 1.020 alunos matriculados estão sem aulas. Pais de alunos já estão preocupados com o ano letivo. "É triste e decepcionante, porque um colégio que sempre foi referência, com uma equipe pedagógica muito trabalhadora, é barrada lá na frente", desabafa Amarildo Alves, pai de um aluno. Segundo o diretor da escola, uma reforma será feita para que as aulas possam começar o quanto antes. "Segundo a orientação do núcleo de educação, temos três semanas para a execução da primeira fase dessa obra de reforço da estrutura do prédio. Precisamos de uma garantia do setor de engenharia, da Defesa Civil e do próprio Corpo de Bombeiros que fizeram a vistoria do prédio, para que possamos garantir a integridade física das pessoas que vão circular pelo prédio", detalhou o diretor Luciano Pereira dos Santos. O Núcleo Regional de Educação informou que as obras no colégio devem ficar prontas em 15 dias. Os alunos devem ficar sem aula até essa data. Alunos do maior colégio do União da Vitória retornaram às aulas somente nesta terça-feira Falta de aula em Londrina Alunos do colégio estadual Tiago Terra, no Jardim União da Vitória, em Londrina, no norte do Paraná, retornaram às aulas nesta terça-feira (20). Os 600 estudantes foram dispensados das aulas na segunda-feira (19), porque os estudantes não poderiam usar os banheiros. De acordo com a direção da escola, as obras nos banheiros atrasaram. Entre a tarde e noite de segunda-feira (19), os pedreiros apressaram a realização dos reparos, e foi possível liberar parcialmente os banheiros. “A gente vai fazer a recuperação do conteúdo de ontem apenas, porque não possível ter aula, porque não tinha banheiro. Os vasos foram entregues depois de pegarmos no pé, e hoje estão acabando os banheiros”, diz a diretora do colégio Tiago Terra, Maria Angela Leite. De acordo com a direção, os reparos na escola vão se estender até abril. Neste período, alunos vão conviver com as obras. Dentre as reformas em andamento, estão o conserto de calçadas e muros destruídos por temporais de 2017. Também são realizados reparos no piso e cobertura da quadra de esportes. “O professor vai ter que improvisar no pátio, na sala de aula, porque vai demorar para ficar pronto”, esclarece a diretora. Veja mais notícias da região no G1 Norte e Noroeste.
Tue, 20 Feb 2018 18:38:46 -0000
Mulher é esfaqueada pelo ex-companheiro no Bairro Custódio Pereira em Uberlândia 
Autor foi preso perto do local onde trabalha. Vítima foi encaminhada para o HC-UFU.  Uma mulher, com idade não informada, foi esfaqueada pelo ex-companheiro na tarde desta terça-feira (20), em Uberlândia. Segundo as primeiras informações da Polícia Militar (PM), o autor desferiu três golpes na vítima. Ocorrência está em andamento. De acordo com a PM, os policiais receberam uma ligação da vizinha da vítima, informando que uma mulher estava gritando em uma casa localizada no Bairro Custódio Pereira. Ao chegarem no local, avistaram uma pessoa deitada no chão da residência com sinais de facadas nas costas. O autor, com idade não divulgada, fugiu após cometer o crime, mas os militares cercaram o bairro e o encontraram próximo a um açougue onde ele trabalha. O suspeito foi preso e encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil. O G1 entrou em contato com o Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU) para saber qual o estado de saúde da vítima e aguarda retorno.
Tue, 20 Feb 2018 18:38:11 -0000
Megaoperação em comunidade busca 'piratas' que roubam embarcações no litoral de SP

Equipes em viaturas por terra, mar e ar ocuparam comunidade localizada no canal de acesso ao Porto de Santos, no litoral paulista. Operação busca assaltantes de embarcações no litoral de SP Uma megaoperação para localizar criminosos que roubam embarcações na região da Baixada Santista, em São Paulo, foi realizada nesta terça-feira (20). O alvo foi a comunidade Santa Cruz dos Navegantes, em Guarujá, local utilizado como rota de fuga dos assaltantes. Equipes da Polícia Militar Ambiental (PMA) utilizaram lanchas, o helicóptero Águia 32 e veículos em terra para ocupar a comunidade, também conhecida popularmente como Pouca Farinha. Um balanço parcial do início da tarde apontava para um preso por tráfico de drogas. O trabalho foi coordenado pelo coronel Alberto Malfi Sardilli, comandante da PM Ambiental no stado, que sobrevoou a área pela manhã. "Houve um corre-corre muito grande quando entramos. Monitoramos do alto tudo e identificamos pontos estratégicos para ação dos policiais", disse. Comunidade foi ocupada em busca de criminosos que roubam embarcações no litoral de SP G1 Santos A Santa Cruz dos Navegantes é uma comunidade localizada às margens do Canal do Estuário, também utilizado como acesso ao Porto de Santos e a marinas localizadas nas cidades da região. Estima-se, segundo dados da prefeitura, que mais de 5 mil pessoas morem no bairro. "Sabemos que o local é utilizado como rota frequente de fuga. A gente teve o objetivo de localizar embarcações roubadas, recolher materiais decorrentes dessas ações e, também coibir o tráfico de drogas, além de toda a fiscalização ambiental que temos por objetivo", afirmou. Do alto, os policiais no helicóptero localizaram um terreno com carcaças de lanchas e motoaquáticas que foi vistoriado pelas equipes em terra em seguida. No mar, os soldados realizaram abordagens de embarcações pesqueiras e de suspeitos que saíam da comunidade. Área em Guarujá, SP, foi ocupada por PMs ambientais por terra, água e ar G1 Santos "Agora, faremos operações rotineiras e constantes nessa e em outras comunidades no entorno do Porto de Santos e da região costeira da Baixada Santista. Vamos coibir qualquer tipo de crime no mar", afirmou o coronel. Nesta operação, aves silvestres em gaiolas também foram apreendidas. O coronel Sardilli também adiantou que, até o fim do ano, novas embarcações serão adquiridas pela PM Ambiental. "Pelo menos três delas ficarão no entorno do Porto de Santos e nas cidades da região. Uma será blindada e terá o foco de conter a ação de criminosos". Crimes no mar Ao longo de 2017, uma série de crimes semelhantes foram registrados. Em 13 de maio, três pescadores foram obrigados a abandonar uma lancha nas proximidades da Ilha das Palmas. Armados, três rapazes em um barco de alumínio se aproximaram, anunciaram o roubo e fugiram com os bens das vítimas. Operação teve o objetivo de localizar responsáveis por roubo a embarcações Divulgação/PMA Em 22 de maio, três rapazes armados invadiram uma embarcação que realizava levantamentos hidrográficos no canal de navegação do Porto de Santos, na mesma região. Equipamentos avaliados em até R$ 200 mil foram roubados pelos criminosos, que fugiram em um barco. Em 2 de junho, uma embarcação com cerca de 30 pessoas, entre crianças, adultos e idosos, foi invadida e saqueada por criminosos armados em Guarujá. As vítimas retornavam de uma festa junina em uma ilha e tiveram bens roubados. Ninguém se feriu. Policias localizaram lancha escondida em meio a um mangue em Guarujá, SP G1 Santos Em 3 de junho, um trio, também em uma embarcação de alumínio, abordou um velejador e saqueou o barco dele em frente à Fortaleza da Barra, entre Santos e Guarujá, no acesso ao cais. Assim como as demais, a ação foi rápida e durou menos de dez minutos. Nesse intervalo, outro veleiro foi invadido enquanto saía de uma marina na mesma região, durante a madrugada, por um trio que aparenta ser o mesmo das demais ocasiões. Os tripulantes seguiriam viagem para o Rio de Janeiro e tiveram que adiar a partida. Já em 3 de fevereiro deste ano, dois velejadores foram surpreendidos na barra de Santos por homens armados, em uma embarcação de alumínio. Os assaltantes fugiram levando bens pessoais dos tripulantes. O barco dos suspeitos foi achado no dia seguinte, pela PM Ambiental. Equipes localizaram a embarcação suspeita Divulgação/PMA
Tue, 20 Feb 2018 18:38:03 -0000

This page was created in: 0.01 seconds

Copyright © 2016 Oscar WiFi